Voltar

A CELEBRAÇÃO DO MONOGRAMA

Em 1854, Louis Vuitton fundou sua “Maison”. Em 1896, seu filho Georges Vuitton criou o Monograma em homenagem a seu finado pai. Assim nasceu um ícone.

À medida que atravessa os anos, alguns de seus atributos e significados seguem inalterados. Ao tornar difusas as fronteiras entre competência artesanal, arte e design, a Louis Vuitton tem englobado reiteradamente as noções de inovação, colaboração e ousadia ao longo de toda a história do Monograma.

É nesse cenário que o projeto “O Ícone e os Iconoclastas: a Celebração do Monograma” da Louis Vuitton nos é apresentado neste ano. Trata-se de uma coleção de criações que mostra o lado eminentemente pessoal do Monograma, revelando de uma maneira singular, pessoal e idiossincrática algo que até então nos parecia familiar. Seis iconoclastas criativos, referências em suas respectivas áreas, que aboliram as fronteiras entre moda, arte, arquitetura e design de produtos, receberam carta branca para fazer o que acharem mais interessante ao canvas estampado.

Aqui, Christian Louboutin, Cindy Sherman, Frank Gehry, Karl Lagerfeld, Marc Newson e Rei Kawakubo criaram uma coleção inédita, cada qual com sua radicalidade e seu toque pessoal, como pode ser visto nesta breve apresentação.

Descubra "O Ícone e os Iconoclastas: A Celebração do Monograma" aqui.

 

Categorias: Monograma, Colaboração, Georges Vuitton, Vídeo