Voltar
LV The Book

DECODIFICADO

Decodificando duas peças icônicas da nova coleção Autumn-Winter de Nicolas Ghesquière.

UM VISUAL, DECODIFICADO

Esta silhueta simbólica personifica o espírito da coleção Autumn-Winter 2016, com base nos quatro princípios orientadores.

Esporte: em um vestido de malha bem pensado, esses tecidos, típicos das roupas para prática de esportes, adaptam-se ao corpo e atendem às necessidades do corpo. As cores deslumbrantes só valorizam a natureza impressionante do design.
Savoir-Faire: encontrado nas mangas de couro do vestido. Refinadamente bordado, encrustado, com trabalhos de uma destreza deslumbrante, eles lembram o talento de um grande artesão do couro.
Elegância: uma saia em seda esvoaçante suaviza uma linha dinâmica. Inspirada nos motivos indianos, ela tem uma composição de mais de 70 cores. Esta estampa rebuscada acompanha graciosamente o movimento na altura dos joelhos.
A assinatura: esta é a Neo Cruiser, inspirada em uma criação histórica da Louis Vuitton, a “bolsa Cruiser”, de 1984. Em sua versão moderna, ela ficou mais feminina ao ser diminuída para o tamanho da bolsa urbana e decorada com o Monogram Reverse, como um negativo fotográfico.

APONTE E CLIQUE

Apesar de pequena, ela transmite um forte poder de atração.  Esta é a caixa para câmera, a mais nova adição às bolsas da Louis Vuitton. Tudo o que você precisa saber sobre A Bolsa para a coleção Autumn-Winter 2016.

Inspirada nas caixas para câmeras da década de 1970.
A irmã mais nova da Petite-Malle, esta é uma nova versão da útil minaudières.
O cadeado vem de um baú Citroën de 1924, um modelo usado na Citroen Yellow Cruise Expedition.
A bolsa favorita de Nicolas Ghesquière.
Uma alça para carregá-la no ombro e outra para segurar na mão.  Esta bolsa versátil é perfeita para os dias cotidianos e para noites reluzentes.
Um formato cúbico, um fecho e o Monogram: o trio dourado de uma bolsa valiosa da Maison Louis Vuitton.

Categorias: