Voltar
LV The Book

UM HERÓI CHAMADO NEMETH

Em sua mais recente coleção, Kim Jones evoca o espírito radical e bondoso de Christopher Nemeth em uma homenagem livre e de alto estilo.
Da esquerda para a direita: Cordagens desconstruídas com efeitos gráficos (5), estilo andrógino para a modelo Jenny Howorth no estúdio do criador (1 e 4), universo de Christopher Nemeth (2 e 3) que inspirou a coleção de Kim Jones.

Um anjo paira sobre a coleção Fall/Winter 2015. Uma graça que se expressa na poesia luminosa de Christopher Nemeth. Falecido em 2010 aos 51 anos de idade, o pintor, ilustrador e designer que manipulava a agulha e a linha como um pincel, foi um ícone da moda inglesa e símbolo do que Londres é capaz de produzir de mais sensível, rebelde e alegre. Kim Jones, fã de Nemeth desde a época da adolescência, teve o privilégio de conhecê-lo e sonhava em trabalhar com o artista. Quando Nemeth se foi, com muito amor, Kim Jones resgatou sua lembrança: Reproduziu a estampa de cordagem, símbolo de Christopher Nemeth, em pulôveres de gola redonda e casacos duffle.

Nos anos 1980, Nemeth começou a criar suas próprias roupas. A Inglaterra era um país em crise no qual reinava o sentimento de “no future”. Ele desconstruía suas roupas e criava outras formas com seu estilo pessoal. Nelas a presença da agulha e da estampa de cordas representava sua arte. Segundo Kim Jones, “A moda é um reflexo de nossa sociedade. Nos momentos difíceis, quando surgem novos desafios, é preciso se superar. Foi o que Nemeth fez.” E também o que o próprio Jones faz ao associar a arte de um corte e a mais avançada tecnologia. O resultado é um perfil simples, bonito e poético, com as encantadoras linhas de cordas. Nele encontramos detalhes tocantes, como os botões e alfinetes que tanto afeiçoava o grande Christopher.

Estampa de corda reinterpretada por Kim Jones para a coleção Fall/Winter.

Categorias: Homen, Fashion, Kim Jones, Christopher Nemeth