• Um tributo a um visionário

    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    • Um tributo a um visionário - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    Yves Carcelle, líder pioneiro na elevação da Louis Vuitton de fabricante de baús à maison de luxo mais prestigiada do mundo de 1990 a 2012.

    Yves Carcelle, CEO da Louis Vuitton de 1990 a 2012, foi um líder visionário e um pioneiro na elevação da Louis Vuitton de fabricante de baús à maison de luxo mais prestigiada do mundo, supervisionando a abrangência das atividades e do desenvolvimento internacional da marca. Além de suas habilidades naturais como líder e de seus resultados notáveis, ele foi, acima de tudo, a personificação perfeita da Maison Louis Vuitton.

    Com um senso de estratégia único e uma profunda compreensão da marca, ele esteve por trás dos mais importantes marcos da Maison como o recrutamento de Marc Jacobs como Diretor Artístico, de 1997 a 2013, e as colaborações com artistas como Stephen Sprouse e Takashi Murakami.

    Seu temperamento era, em muitos aspectos, o de um aventureiro implacável. Sua paixão e sua devoção poderiam ser comparadas apenas à sua atenção aos detalhes e à obsessão pela qualidade em tudo que assumiu. Ele abraçou a vida e transmitiu o calor e o entusiasmo a todos que o rodeavam. Com um espírito velejador, era um grande apoiador da Louis Vuitton Cup e da America’s Cup e um verdadeiro viajante em todos os sentidos do termo.

    Todos que tiveram a chance de colaborar com ele, e aqueles que trabalham atualmente na Louis Vuitton, gostariam de lhe agradecer.

    Merci Yves.



    Fotos: 1 – Yves Carcelle na Fondation Louis Vuitton (© Louis Vuitton Malletier/ Victor Fraile). 2 - Com Nelson Mandela (© Louis Vuitton Malletier/ Stéphane Muratet). 3 - Com Takashi Murakami (© Louis Vuitton Malletier/ Stéphane Muratet). 4 - Com Gong Li (© Louis Vuitton Malletier/ Mazen Saggar). 5 - Com Marc Jacobs. 6 - Com Yayoi Kusama (Joe Schildhorn/ BFAnyc.com). 7 – Yves Carcelle na inauguração da Ulaanbaatar store na Mongólia (© Louis Vuitton Malletier/ Mazen Saggar). 8 – Yves Carcelle com uma criança da Mongólia em seus braços (© Louis Vuitton Malletier/ Mazen Saggar). 9 - Yves Carcelle a bordo do All4One em Nice, França (© Louis Vuitton Malletier/ Franck Socha). 10 - Com Mr. Adrian Hamilton na Louis Vuitton Classic Boheme Run (© Louis Vuitton Malletier/ Mazen Saggar).

    Categorias:

  • Um tributo a Yves Carcelle

    • Um tributo a Yves Carcelle - NOTÍCIAS sobre Herança na Louis Vuitton
    É com profunda tristeza que Bernard Arnault e o Grupo LVMH anunciam o falecimento de Yves Carcelle no dia 31 de agosto de 2014, após uma longa e corajosa batalha contra uma doença.

    Chefe Executivo da Louis Vuitton por mais de 20 anos, e com visão, energia e estratégia admiráveis, Yves Carcelle estabeleceu a marca como a primeira do mundo no setor de luxo.

    Formado nas prestigiadas Ecole Polytechnique e INSEAD business school, na França, Yves Carcelle foi o artesão do desenvolvimento mundial da Louis Vuitton, principalmente na Ásia e no Japão. Ele supervisionou a entrada da Louis Vuitton no universo da moda, através dos desfiles de Marc Jacobs, e também nos setores de joias e relógios.

    Yves Carcelle entrou para o Grupo LVMH e seu Comitê Executivo em 1989 e, após sua saída da Louis Vuitton em 2012, tornou-se Presidente da Fondation Louis Vuitton.

    "É com profunda emoção e tristeza que soube da partida de Yves Carcelle. Um viajante incansável, Yves foi um pioneiro que personificou a imagem e os valores da Louis Vuitton. Sempre curioso, apaixonado e em constante movimento, ele foi um dos líderes mais inspiradores que já tive o privilégio de conhecer. Hoje, meus pensamentos estão com a família de Yves, assim como com seus ex-colegas de equipe na Louis Vuitton, que se lembrarão dele como chefe e mentor acessível, humano e sincero. O Grupo LVMH perdeu hoje um de seus amigos mais próximos e queridos e junto-me aos sentimentos de cada um de nós enquanto lamentamos a perda de Yves, mas também ao nosso reconhecimento coletivo de sua vida, seu trabalho e seu legado," disse Bernard Arnault.

    Michael Burke, CEO da Louis Vuitton, presta uma homenagem a Yves Carcelle em nome dos colaboradores da Louis Vuitton, “os quais tiveram a chance de trabalhar ao lado de um homem que foi um visionário apaixonado e inspirador, que escreveu um dos capítulos mais brilhantes da história do luxo em todo o mundo.”

    Categorias:

  • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO

    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • “LA PETITE MALLE” BEM PERTO DO SEU CORAÇÃO - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    Em seu Desfile Fall Winter 2014, Nicolas Ghesquière homenageou a lendária Louis Vuitton utilizando “La Petite Malle”, peças pertencentes à joalheria da Maison, como pingentes.

    Com mais de 150 anos de história, os baús da Louis Vuitton, símbolos seculares da Maison, são sinônimo de viagem, aventura, exploração, segredos e tesouros. Para sua primeira coleção feminina, Nicolas Ghesquière projetou miniaturas de baús para serem usadas especificamente como a minaudière e como um refinado pingente em ouro amarelo 18 quilates, como pode ser visto aqui.

    Este talismã precioso trará uma beleza única às silhuetas femininas na forma de três diferentes baús: um baú cúbico em Epi dourado, um baú aberto com compartimentos e um baú retangular em ouro.

    O design exato do histórico baú da Louis Vuitton é recriado pelo habilidoso trabalho artesanal: peças de reforço nos cantos, acolchoado delicado, alças, gravação das iniciais “LV“, tachas, o efeito do couro Epi e uma barra de ouro com a marca registrada, o peso do ouro e a sua composição gravados na parte detrás. Por último, mas não menos importante, os pingentes são colocados em uma corrente “lock hole”.

    Escolha seu pingente “Petite Malle” aqui.

    Categorias: Joalheria, Baús

  • PASTAS DE NEGÓCIOS: UM ESTILO DISCRETO

    A Louis Vuitton atrai os habitantes estilosos das grandes cidades com novas cores ousadas e masculinas para suas porte-documents nos couros lisos Epi e Taïga.

    Enquanto a Louis Vuitton oferece uma ampla variedade de pastas de negócios nos icônicos canvas Damier e Monogram, ela também traz uma coleção nos couros Taïga e Epi com a assinatura “LV” gravada discretamente em alto-relevo, as quais combinam perfeitamente com um elegante homem de negócios.

    Neste filme de Mikael Jansson, Matthias Schoenaerts, ator vencedor do prêmio César, caminha pelas vastas e tranquilas paisagens da Islândia refletindo sobre o sentido da aventura. Ele veste um look da Coleção Masculina de Ready-to-Wear Fall Winter 2014  e carrega a funcional e atemporal Porte-documents Business em couro Epi bordô.

    Categorias: Bolsas, Vídeo

  • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER

    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    • 12 GAROTAS FOTOGRAFADAS POR JUERGEN TELLER - NOTÍCIAS sobre Moda na Louis Vuitton
    A Louis Vuitton convidou o fotógrafo alemão Juergen Teller para uma interpretação única da primeira Coleção Feminina de Ready-to-Wear Fall Winter 2014/2015 de Nicolas Ghesquière.

    Fotografadas na sede parisiense da Maison, através de perspectivas intimistas do Sena e da Torre Eiffel, 12 modelos fizeram parte da Coleção Feminina Fall Winter 2014 de forma arrojada.

    Nesta seleção, o couro granulado e liso é contrastado com materiais híbridos. Cores intensas e ousadas são justapostas a meios-tons suaves. Técnicas manuais artesanais são reinventadas com o uso da tecnologia de ponta.

    Escolha seu look favorito aqui.

    Categorias: Ready to Wear, Fotografia